Um lugarzinho especial

Parafraseando um grande mestre: “Todo dia ela faz tudo sempre igual. Me sacode às seis horas da manhã. Me sorri um sorriso pontual. E me beija com a boca de hortelã. Todo dia ela diz que é pra eu me cuidar E essas coisas que diz toda mulher. Diz que está me esperando pro jantar. E me beija com a boca de café”. Todo dia, todo dia…
Querido Chico, onde ocorre essa cena todo dia? Não sei vocês, mas toda vez que escuto essa letra sinto o cheio do café quentinho e vejo imediatamente uma bela mesa posta com pãezinhos recém saídos do forno, num lugar tão especial e aconchegante como essa mulher parece ser. Ah como eu queria um lugar assim na minha casa!
Achamos esse lugar na casa de um dos nossos queridos casais e ele é exatamente como seu sempre imaginei. Lindo e aconchegante, roxinho e próprio para um casal recém-casado compartilhar os segredos mais íntimos e as banalidades mais bobas do dia a dia.
Eles sentam todo dia em suas cadeiras spaghetti (muito conforto!) e todo dia são felizes, todo dia.